quarta-feira, 12 de abril de 2017

Precisamos falar sobre 13 Reasons Why

Que série! Sem brincadeiras, é uma série incrível, com atores extremamente competentes e que abordam assuntos tão sérios que prende a sua atenção.

"13 Reasons Why" estreou na Netflix no final do mês de março e já é o maior assunto comentado do momento. Em todas as redes sociais que você entrar haverá compartilhamentos, hashtags, imagens e comentários a respeito da série.


Para quem não conhece ainda, segue uma pequena sinopse: "Uma caixa de sapatos é enviada para Clay (Dylan Minnette) por Hannah (Katheriine Langford), sua amiga e paixão platônica secreta de escola. O jovem se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah acabara de se suicidar. Dentro da caixa, há várias fitas cassete, onde a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida - além de instruções para elas serem passadas entre os demais envolvidos", por Adoro Cinema.

Eu assisti a série no último final de semana e confesso que fiquei abalada sobre toda a história e sobre como foi retratado tudo o que aconteceu com Hanna.

Não é de admirar que tudo o que se passa na série acontece na vida real. Abusos, violência, estupro, bullying é algo vivido por diversos jovens.


Não podemos deixar passar, se você conhece alguém que passa por algum problema de depressão, sofre bullying, abuso, não está se sentindo legal, dedique um pouco do seu tempo com essa pessoa. Escute, dê seu ombro para ela! Pais, prestem atenção aos seus filhos. Isso é um assunto de extrema importância.

Dói no coração! Eu fiquei aflita com as cenas mais pesadas, sim, tem cenas bem pesadas. Chorei muito, principalmente no último episódio. Me fez repensar em muitas coisas e em como diversas pessoas sofrem caladas e sobre o que eu posso influenciar ou causar na vida de alguém. Depressão não é fácil e às vezes, por muito pouco, somente uma palavra, você pode ferir alguém.

Quer conversar anonimamente, envie um email! Não preciso responder, mas você precisa desabafar, pode me enviar um email! Quer conversar sem precisar dizer quem é? Envie um email!

Seja feliz, você ainda tem muito o que conquistar na sua vida. E o que você conquista, é somente seu e ninguém poderá tirar de você! Deixar para lá é algo difícil, eu sei, mas você deve dar um passo de cada vez!

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Veludo molhado: tendência para a próxima estação

A grife catarinense Damyller traz para o Inverno 17 o must have apresentado nas passarelas das semanas de moda Brasil a fora. Hit dos anos 70 e depois nos 90, o veludo molhado é queridinho das fashionistas.

O tecido dá fluidez e movimento às produções e os tons escuros, como o vinho e o azul marinho se destacam, aparecendo em versões esportivas à ultra sofisticadas. Além das peças veludo total, a Damyller traz opções que aparecem como detalhes nas golas, mangas e cinturas, perfeitas para compor um look para o dia.





sexta-feira, 24 de março de 2017

Como consegui me livrar das dívidas?

O ano de 2016 não foi fácil! Não só para mim, mas sei que muitas pessoas também tiveram dificuldades financeiras durante o ano, onde tiveram que tirar de onde não tinham para colocar em outras prioridades.


Devido a muitos cartões de créditos e gastos descontrolados, fui me deixando levar, pagando o mínimo das faturas, gerando juros absurdos e gastando o que entrava de saldo positivo no cartão. Resumo: gastos em cima de gastos, juros em cima de juros. O que aconteceu? Fiquei com uma dívida tão grande que chegou naquele momento em que meu salário mensal não dava para pagar quase nada.

Entrei em desespero!


Contabilizei tudo o que tinha e fiquei abismada e chateada por deixar chegar a esse nível. Enfim, depois de muito pensar e não achar outras alternativas, resolvi dar prioridades para as mais altas e com juros mais altos para poder fazer acordo.

Então, entrei em contato com as empresas e fui parcelando uma por uma, deixei algumas em aberto, acabei com restrição no nome, mas nada era melhor do que se organizar para poder pagar tudo!

Dicas para você sair dessa!

1. Dê prioridade para as contas maiores;
2. Entre em contato com as administradoras de cartão e faça acordo de parcelamento que esteja dentro do seu orçamento mensal;
3. Corte todos os cartões de crédito e livre-se de qualquer proposta para fazer um;
4. Estabeleça um prazo para quitar os valores. No meu caso, estabeleci 12 meses para quitar tudo;
5. Pare de fazer compras durante esse período;
6. Ao terminar de pagar uma dívida, já se programe para iniciar a outra, sem intervalo;


Depois de muito esforço e força de vontade, estou terminando de pagar tudo, e a última será em maio/17. Todo valor que sobra, guardo na poupança para eu poder ter reserva para outras coisas.

Conselho para a vida: Não tenha tantos cartões de crédito e não gaste descontroladamente. É sério! É muito bom você poder olhar na sua conta e ver que está guardando dinheiro e que o pouco que sobra, pode ser gasto por você sem se preocupar em pagar a fatura do cartão no próximo mês.